Aventura na vida fronteiriça no pelotão de Cucuí, na região da tríplice fronteira
    
 
     
 
 

 
   
 
     
 
 

Parceiros

Pesquisar

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Homem que manteve a Ex-Mulher em cativeiro durante 71 horas se entrega à Polícia

Neivaldo dos Santos Duarte, 35 anos, que manteve a ex mulher em cativeiro durante três dias no d...

Operação conjunta das Policias desbarata gangue de menores e apreende arma, munição e capuz

No dia (19/08) por volta das 06:00hs e dando cumprimento a Decisão judicial, na qual determinava a ...

GOVERNO DÚLCIO MENDES, UMA ANÁLISE

Por: Fábio Marques Não é preciso entender de política para perceber que o prefeito Dúlcio Mendes e...

"Não vamos entrar no jogo político", diz comandante da FAB sobre investigação da queda do avião de Campos

Piloto não reportou qualquer problema técnico, diz Saito Falha na caixa-preta não é usual e pilo...

Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa é 1ª com Marina em cenário como possível substituta de Campos. No levantamento anterior, Di...

Morte de Eduardo Campos: 'Hipótese de atentado é bem remota.'

Recebi na área de comentários, de um leitor do blog que não quer ser identificado: Pessoal, vamos...

Centro de isolamento para pacientes com ebola é atacado na Libéria

taque de homens armados provocou fuga de doentes infectados com o vírus. Em cinco meses, epidemia ca...

O tempo

Texto de: João Bosco Leal Durante toda a vida, nas mais diversas áreas, nos envolvemos em situaçõ...

Virou rotina: Supremo desautoriza STM e anula processo de militar que produziu prova contra si

2ª Turma anula processo de militar que produziu prova contra si Por unanimidade, a Segunda Turma...

1º Fórum Sócio-Ambiental será realizado em Guajará-Mirim.

Acontecerá nos dias 14 e 15 deste mês, o 1º FÓRUM SÓCIO-AMBIENTAL NA FRONTEIRA, o evento acontece na...

Secretaria de Obras já trabalha nos pontos que receberão sinalização semafórica em Guajará-Mirim

A Secretaria de Obras já iniciou os trabalhos de limpeza e conservação das vias que receberão a Impl...

Comissão da [meia] Verdade cobra desculpas das Forças Armadas

"Está na hora de as Forças Armadas colocarem um ponto final nessa história", diz Pedro Dallari ...

O que pode acontecer AGORA? Eduardo Campos está morto e pela lei o PSB não pode se coligar a outro grupo

Campos era extremamente ágil e inteligente. Rápido em pensamento e ação. Tinha Marina Silva ao seu...

Prefeito assina ordem de serviço para sinalização semafórica em Guajará-Mirim

Durante a semana passada, o prefeito Dúlcio Mendes (PT) assinou a ordem de serviço para a Implantaçã...

DNIT: o general fica.

PR desistiu de tirar Jorge Fraxe do Dnit LEONEL ROCHA A bancada do PR na Câmara desis...

  • Homem que manteve a Ex-Mulher em cativeiro durante 71 horas se entrega à Polícia

  • Operação conjunta das Policias desbarata gangue de menores e apreende arma, munição e capuz

  • GOVERNO DÚLCIO MENDES, UMA ANÁLISE

  • "Não vamos entrar no jogo político", diz comandante da FAB sobre investigação da queda do avião de Campos

  • Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, diz pesquisa Datafolha

  • Morte de Eduardo Campos: 'Hipótese de atentado é bem remota.'

  • Centro de isolamento para pacientes com ebola é atacado na Libéria

  • O tempo

  • Virou rotina: Supremo desautoriza STM e anula processo de militar que produziu prova contra si

  • 1º Fórum Sócio-Ambiental será realizado em Guajará-Mirim.

  • Secretaria de Obras já trabalha nos pontos que receberão sinalização semafórica em Guajará-Mirim

  • Comissão da [meia] Verdade cobra desculpas das Forças Armadas

  • O que pode acontecer AGORA? Eduardo Campos está morto e pela lei o PSB não pode se coligar a outro grupo

  • Prefeito assina ordem de serviço para sinalização semafórica em Guajará-Mirim

  • DNIT: o general fica.

Aventura na vida fronteiriça no pelotão de Cucuí, na região da tríplice fronteira PDF Imprimir E-mail
Noticias Militares - Militares
Qua, 16 de Maio de 2012 15:32
AddThis Social Bookmark Button

Por: ANTONIO XIMENES

Jovens casais, experientes militares e indígenas se ajudam na missão de guarnecer uma das regiões mais remotas do País
O tenente Ricardo Brasil, 27, casou com Karine,22, e passou a lua de mel em uma humilde casa do Pelotão Especial de Fronteira de Cucuí, na tríplice fronteira de Brasil/Venezuela/Colômbia, na “Cabeça do Cachorro”, no Município de São Gabriel da Cachoeira (a 858 quilômetros de Manaus). “Casamos e disse para a minha mulher vamos viver no lugar mais longe do Brasil e defender a pátria. Ela me olhou nos olhos e disse: estou contigo”.

Karine, em seus poucos mais de 50 quilos, olhos verdes, pele clara e uma fibra de guerreira de selva viu na atitude do marido uma consequência natural da sua profissão. “Vou para onde ele for, aqui na floresta como em qualquer outro lugar”, disse. Disposta a preencher os dias da melhor forma possível, ela assumiu a liderança de um grupo de 14 famílias de militares que forma o núcleo do Exército Brasileiro nesta unidade militar, subordinada à 2ª Brigada de Infantaria de Selva, comandada pelo general-de-brigada Sergio Luiz Goulart Duarte.
Cucuí tem 46 militares e aproximadamente 800 indígenas, a maioria da etnia baré, espalhados por mais de 13 aldeias, há menos de dez anos eles eram 6 mil habitantes, mas as dificuldades enfrentadas pela ausência de trabalho e de infraestrutura levaram a maioria da população a se mudar para São Gabriel da Cachoeira, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e para Manaus.

Combate
“Eu nasci aqui e tenho orgulho de ser sargento, mas as dificuldades são muitas, porque não há trabalho”, disse Gregório, militar que em 2006 foi considerado herói na região ao impedir que narcotraficantes entrassem no País em um combate que resultou na morte de um dos criminosos pelo seu fuzil. “Quando lembro que já entrei em combate na fronteira, valorizo ainda mais a minha profissão”, comentou.
Para o soldado Alzimiro da etnia baré, a região é perigosa, porque os narcotraficantes não respeitam os limites da fronteira. “A gente vivia tranquilo, agora, as coisas estão mais agitadas, porque os bandidos estão cada vez mais ousados”, disse momentos antes de partir para uma missão de dois dias, no âmbito da Operação Ágata 4, junto com outros oito militares, pelo rio Tiquié, bem na fronteira do Brasil com a Colômbia e Venezuela.
Com a ampla falta dos gêneros alimentícios típicos das cidades, como feijão, arroz, enlatados, macarrão, carne bovina entre outros, a população de Cucuí costuma se alimentar de caça e pesca. Mas, com a cheia recorde do rio Negro, os cardumes diminuiram e os animais praticamente sumiram. A fome não domina as famílias locais, porque todos se ajudam. Quando falta comida em uma famíia, o vizinho partilha o que tem. A solidariedade é uma das mais fortes características no Pelotão Especial de Fronteira de Cucuí.

Comandante valoriza o grupamento
O Comandante Militar da Amazônia, general Eduardo Villas Bôas, que supervisiona diretamente a Operação Ágata 4, fez questão de ir ao pelotão especial de fronteira de Cucuí para valorizar a tropa e o comandante Brasil e sua esposa. “É pela coragem deles terem assumido a responsabilidade de comandar uma área com população predominantemente de indígenas e com todas as dificuldades de quem está em uma das regiões mais isoladas do Brasil”, destaca o comandante Militar da Amazônia.
Outro destaque desta unidade militar é que se de um lado há a juventude e a cultura destemida do casal Brasil e Karine, de outro percebe-se que eles estão seguindo os exemplos dos pais, ambos coronéis do Exército (Chacon, do lado dela) e (Brasil, do lado dele).
Cida, esposa do general Villas Bôas, disse que sempre se emociona ao visitar um pelotão de fronteira. “Esses jovens são motivo de orgulho nacional”.

Tríplice fronteira
Do helicópetro Blackhawk, integrante da Operação Ágata 4, observa-se a imensidão da floresta cortada por rios e igarapés. Do lado venezuelano uma montanha conhecida como “Cara de índio” se destaca na planície. Nas terras da Colômbia pequenas clareiras camufladas pela densa vegetação apontam para atividades suspeitas próximas do pelotão de fronteira de Cucuí.

 

comentários  

 
0 #2 helvécio 17-05-2012 12:11
SG da reserva revoltado diz: é isso ai SG Gregório, aproveita o tempo em que tu estas por ai, e continua orgulhoso do que faz, este orgulho vai acabar quando viras servir no RJ, pagar aluguel, enfrentar um trânsito infernal etc. Eu também qdo estava na ativa em MS era orgulhoso, qdo a gente passa para reserva é q a gente vê a cobra fumar com este salario q temos..
Citar
 
 
0 #1 helvécio 16-05-2012 21:22
SG da reservar revoltado diz: Srª Cida em vez de se emocionar qdo visita um pelotão, pq a Srª não aperta o seu marido para q ele batalha para melhora o nosso salário.
Citar
 

Comentar

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Qualquer mensagem abusiva, obscena, vulgar, insultuosa, difamadora, de ódio, ameaçadora, sexualmente tendenciosa ou qualquer outro material que possa violar qualquer lei aplicável não representa a opinião do site sendo de responsabilidade do autor da mensagem


Código de segurança
Atualizar

Share on Myspace
Forças Armada vão atuar nas eleições de 2014
Os militares das três Forças Armadas ficarão de sobreaviso, para serem requisitados por algum governo estadual ou pelo próprio Tribunal Superior Eleitoral

Força Militar

Rio - Os militares das três Forças Armadas ficarão de sobreaviso, para serem requisitados por algum governo estadual ou pelo próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para preservar o pleito eleitoral de 2014. Eles poderão prestar apoio logístico e de segurança, assegurando que as eleições transcorram sem nenhum problema.

O documento que estabelece as regras de engajamento das Forças Armadas nas eleições de 2014 foi assinado na quinta-feira pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, e pelo presidente do TSE, ministro José Antônio Dias Toffoli. Além das possíveis solicitações dos estados, o acordo também prevê a atuação dos militares nas regiões em que o TSE julgar necessário, por exemplo, para dar suporte logístico aos locais de difícil acesso.
Continue lendo!!!

Mural de recados

Claudinei da Cruz
31/05/2014 às 19h43
Militar Exército
SC

Este é um dos melhores portais de informações Militares, mais ultimamente está complicado, está infectado de publicidade pipocando na tela sem controle algum do usuário sempre entro pra ver as novidades, mais ultimamente está complicado. Espero que o ad [...]

Ver recado completo »

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje890
mod_vvisit_counterOntem4367
mod_vvisit_counterEsta semana18250
mod_vvisit_counterEste mês102887
mod_vvisit_counterTotal de acessos3583667

Usuários Online

Nós temos 59 visitantes online

Previsão do Tempo

 
 
Copyright © 2014 www.aperoladomamore.net. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.
Joomla templates | Qualidade wallpapers